menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Políticas Sociais avançam no Novo Futuro
10/11/2013 12:21 atualizada em 10/11/2013 12:29

O trabalho social é um dos eixos fundamentais da política pública do governo Pasin. Por meio de técnicos e gestores comprometidos com os processos de transformação social o governo municipal iniciou neste ano ações que visam garantir a melhoria da qualidade de vida das pessoas, a defesa dos direitos sociais, o acesso à cidade, aos serviços públicos, o incentivo e o fortalecimento da participação e da organização autônoma da população. Com estes propósitos a Secretaria de Habitação e Assistência Social, Universidade de Caxias do Sul e Caixa Econômica Federal começaram neste sábado, 09, a primeira etapa do  programa de fortalecimento dos vínculos comunitários e sociais dos moradores do Residencial Novo Futuro.


Durante toda a tarde, os moradores participaram de atividades de integração no bloco C/D do CARVI/UCS. Divididos em grupos foram apresentados ao projeto, que será realizado durante um ano, e discutiram as prioridades para o condomínio, além de eleger lideranças. Na ocasião as crianças participarão de atividades com a Biblioteca Pública Castro Alves, com contação de histórias, além de oficinas com instrutores do Bento Vôlei.


De acordo com a secretária de Habitação e Assistência Social, Rosali Fornazier, o programa será realizado durante um ano, com a elaboração de oficinas, programas de geração de renda, atividades educativas e sociais que promovam o bem-estar coletivo e melhorem a qualidade de vida, gerando uma convivência harmoniosa entre os moradores. "É um projeto grandioso que irá possibilitar além da integração entre moradores, o fortalecimento dos vínculos sociais e familiares, concretizando o objetivo da administração Municipal de melhorar a qualidade de vida destes moradores", ressalta.


O Novo Futuro hoje abriga cerca de 420 famílias, totalizando 1600 moradores. Para a coordenadora do programa e Professora da UCS, Ane Sganzerla Breitenbach, o projeto foi organizado para atender as necessidades de cada bloco. Ela ainda destaca que neste primeiro encontro foram evidenciados problemas concretos, que precisam de soluções pontuais, mas também de relacionamento, culturais e de segurança. "A primeira etapa foi concluída com êxito, os moradores participaram, se envolveram nas atividades e principalmente expuseram quais são as principais demandas dos seus blocos, agora vamos encaminha-los para oficinas e atividades que serão desenvolvidas nestes doze meses", disse.


O síndico do Novo Futuro, Luiz Carlos dos Santos Jardim, destaca que os moradores estão dispostos a participar, e se envolver com as atividades propostas. "Vamos esperar para ver os resultados, mas ficamos empolgados em ver poder público e privado envolvidos nessa ação para o bem estar dos nossos moradores", comemora.


O próximo encontro será na segunda-feira, 11, onde os moradores irão elencar cinco prioridades para o condomínio.

 

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Emanuele Nicola

ÁUDIOS

BANCO DE IMAGENS