menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Audiência Pública aprova projeto do Trem Regional na Serra
06/05/2013 15:49 atualizada em 09/05/2013 11:29

A primeira audiência pública para apresentação do estudo de viabilidade do Trem Regional da serra gaúcha foi realizada na manhã desta segunda-feira, 06, no plenário da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul. Vários prefeitos da região, deputados, vereadores, lideranças empresariais e dos setores de transporte, além de representantes de entidades da serra acompanharam a audiência, que durou mais de três horas.



Inicialmente o representante do Ministério dos Transportes, engenheiro Euler Sampaio apresentou duas alternativas para o roteiro que deve ligar Caxias do Sul à Bento Gonçalves. A primeira foi considerada tecnicamente inviável. Seria necessário usar o traçado original, entre Caxias e Bento, passando por Farroupilha, Carlos Barbosa e Garibaldi, totalizando 62,52 km. Além da baixa velocidade, é preciso construir 16 viadutos rodoviários e instalar 55 cancelas automáticas e 36 sinais sonoro-luminosos. Dos viadutos, 10 pelo menos seriam na área urbana de Caxias. A segunda, apesar de mais cara, foi considerada a mais viável e aprovada. O estudo recomenda a implantação de duas linhas. Uma delas ligando Caxias a Bento, com passagem por Farroupilha e por uma estação de integração entre Garibaldi e Bento. A outra linha ligaria Barbosa à estação de integração, com passagem por Garibaldi. As extensões são de 48,88 quilômetros para a primeira linha e de 10,90 quilômetros para a segunda, totalizando 59,78 quilômetros.  

 

A equipe do Labtrans, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que fez o trabalho de pesquisa, informou que o empreendimento completo custará em torno de R$ 5,5 milhões por quilômetro, totalizando R$ 350 milhões. Apesar do alto valor, o coordenador técnico do estudo, Rodolfo Carlos Nicolazzi Philippi, defende que o preço não é muito diferente dos custos de uma rodovia. Sobre a tarifa a ser praticada, Philippi afirmou que o estudo estipula valores entre R$ 6 e R$ 8. O tempo de viagem ficaria entre 1h10min, 1h35min e duas horas, nas modalidades direta e semi-direta. Entretanto, segundo Rodolfo Carlos Nicolazzi Philippi, os preços e tempos serão determinados quando houver projeto final de operação do serviço ferroviário.  

 

O prefeito Guilherme Pasin, foi o primeiro a se manifestar na audiência pública e defendeu objetividade nas decisões revelando esperança de que o regime diferencial de contratação a ser usado na obra será importante para acelerar o processo "o trem regional que vai ligar pólos econômicos, educacionais e de trabalho trará grandes avanços, tornando-se mais barato e mais seguro para a população, estudantes, trabalhadores", disse. Pasin fez uma ressalva sobre a necessidade de manutenção do atual roteiro turístico feito com a Maria Fumaça entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa, "vamos preservar o roteiro e isso nos anima muito", concluiu. O prefeito de Bento Gonçalves já havia solicitado a extensão do trajeto final até o Bairro Universitário, o que ligaria os dois maiores compus universitários da região (UCS).  

 

Entre os apontamentos mais comuns pronunciados por alguns prefeitos e pelos inscritos surgiu a preocupação com a manutenção do transporte turístico de trem, a Maria Fumaça, e a inclusão do transporte de cargas.



O coordenador do Programa de Trens Regionais de Passageiros do Ministério dos Transportes, Euler Costa Sampaio, já havia adiantado que os dois sistemas irão operar de forma independente. Além de políticos cerca de 20 pessoas se inscreveram para participar.  

Os próximos passos para a execução do projeto são:

- Análise do Marco Regulatório

- Estudos de viabilidade

- Projetos finais ( executivo e de engenharia)

- Análise de Mercado

- Definição do processo licitatório e editais

- Definição do ganhador

- Captação de financiamento

- Fabricação de trens e execução de obras de melhorias

- Efetivação do processo de delegação

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Carlos Quadros

ÁUDIOS