menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Bento é premiada pelas Boas práticas de agricultura familiar para alimentação escolar
08/08/2017 09:26 atualizada em 08/08/2017 14:41

A alimentação tem um papel fundamental na qualidade de vida e as práticas para uma refeição saudável devem começar ainda na infância. Os investimentos da administração municipal na compra de alimentos in natura (sem processamento), que chegam nas 42 escolas do município, beneficiando mais de 9 mil alunos foi fundamental para a cidade ser vencedora do prêmio "Boas praticas de agricultura familiar para alimentação escolar", promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. O município é um dos 25 escolhidos do país para integrar o Caderno de boas praticas que será entregue em outubro, em Brasília.

Cerca de 95% dos recursos transferidos pelo FNDE através do Programa Nacional de Alimentação Escolar, são investidos em produtos da agricultura familiar, beneficiando os produtores rurais de Bento Gonçalves e região, fator decisivo para classificação do Município. São frutas, legumes, hortaliças, entre outros alimentos ricos em vitaminas, sais minerais e fibras que compuseram 2,7 milhões de refeições que chegaram até as crianças. Somente em 2016, foram investidos R$ 2.110.803,32 em merenda escolar.


Conforme a Secretária de Educação, Iraci Luchese Vasques a premiação é resultado das atividades voltadas as questões alimentares que iniciaram ainda em 2013. Em 2014, foram direcionadas aos professores e alunos de segundo ano, a fim de que fosse possível atender à demanda de visitas e acompanhamento.


Já no ano de 2015, a proposta foi ampliada, passando a envolver professores e alunos de Jardim B. O relato escrito foi o "Vivenciando a teoria", que proporciona aos alunos visitas às feiras ecológicas, a propriedades rurais e a agroindústrias familiares. "Os alunos passam a conhecer o alimento consumido, desde a colheita, a venda na feira ecológica e diretamente na mesa. Essa vivencia, é transmitida e isso influência na saúde e até mesmo no desempenho escolar", destaca a secretária.


O Prefeito Guilherme Pasin comemorou a conquista. "A alimentação saudável é uma política pública implantada no início do nosso governo. Sempre tivemos a convicção da importância da alimentação de qualidade para o desenvolvimento escolar. Hoje nossos alunos encontram na mesa produtos com qualidade, oriundos da nossa agricultura. Até mesmo o suco de uva virou produto obrigatório das refeições", concluí.


Outras ações

Nutricionista do setor de Alimentação escolar, Renata Geremia ressalta que as ações agregam todos os envolvidos no processo de alimentação. Desde 2015 o projeto incluiu as merendeiras nas visitas. Outra ação em andamento é a organização ou revitalização de hortas nos espaços escolares, em parceria com o IFRS, que possibilitam aos alunos múltiplas experiências em torno do cuidado à vida.

 

As merendeiras ainda realizam cursos, oferecidos pelo setor de alimentação escolar com o apoio da EMATER/RS, buscando qualificar o manuseio e o preparo do alimento oriundo da agricultura familiar, evitando o desperdício e ampliando o aproveitamento.

 

 

Assessoria de Comunicação Social Prefeitura 

Foto: Arquivo ASCOM