menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Museu do Imigrante completa 45 anos de portas abertas
23/05/2020 09:00 atualizada em 22/05/2020 09:39

O Museu do Imigrante completou, nesta semana, 45 anos de portas abertas. De 1975 para cá, o Museu tornou-se uma das maiores referências regionais memorialísticas da Serra Gaúcha, preservando e cultivando as histórias de imigrantes que aportaram na então Cruzinha, como era chamada a nossa cidade de Bento Gonçalves.

 

Com quase meio século de atuação, a instituição contou com diversos diretores que contribuíram para a formação do acervo que retrata as vivências de diversas gerações de diferentes etnias. Essa trajetória espelha as ações e atividades de se manter a história do município viva. E, em 2019, a equipe do Museu contou com o reforço, em quadro técnico, de duas assistentes de atividades culturais e uma arquiteta, focando sua missão nos cuidados com os mais de 20 mil objetos e no fortalecimento os canais de comunicação com seus públicos.

 

Além de ações e atividades citados abaixo, o Museu desenvolveu dois projetos que são o “Laços Patrimoniais: construindo um inventário colaborativo para Bento Gonçalves” e o “Museu dos Sentidos: Construindo novos sentidos para o Museu do Imigrante”.

 

“Laços Patrimoniais” é um projeto aprovado pela Secretaria Estadual da Cultura através do Edital Sedac nº 01/2019 FAC Educação Patrimonial. O projeto será financiado pela Secretaria Estadual de Cultura com contrapartida financeira da Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves e conta com a com a parceria do curso de arquitetura da Universidade de Caxias do Sul de Bento Gonçalves.

 

No início deste ano, a equipe realizou saídas em algumas localidades do interior de Bento Gonçalves conversando com os moradores sobre o projeto, bem como foram efetivadas reuniões organizativas para escolha dos caminhos teóricos do projeto. Porém, no momento, devido a propagação da COVID-19, as atividades estão focadas em pesquisas internas.

 

Já “Museu dos Sentidos: Construindo novos sentidos para o Museu do Imigrante” é o resultado do convênio com a Vara de Execuções Criminais (VEC) cujo objetivo é criar atividades que ofereçam condições de igualdade aos diversos públicos da cidade, tendo como foco o aprimoramento da visita mediada ao Museu do Imigrante através de audiodescrição para pessoas cegas e a produção de textos e imagens adaptados para o público surdo.

 

Trata-se de uma atividade inicial visando tornar o Museu do Imigrante acessível e conta com a parceria da Associação dos Surdos e Associação dos Deficientes Visuais de Bento Gonçalves.

 

Assim sendo, vamos elencar as ações e atividades que o Museu do Imigrante desenvolve atualmente

Reserva Técnica

A Reserva Técnica (RT) é o espaço dedicado ao acondicionamento dos objetos e atividades administrativas, foi reorganizada para melhoria da conservação dos itens. Seguindo parâmetros técnicos, os objetos estão sendo higienizados e novas embalagens estão sendo trocadas ou reelaboradas para os itens.

 

Atualmente, a RT do Museu atende parcialmente as necessidades da instituição, desse modo, um projeto arquitetônico está sendo elaborado, pela arquiteta Cristiane Bertoco, objetivando, no futuro, a reforma do espaço para as adequações técnicas necessárias.

 

Tainacan

Ainda no programa de acervos, o Museu do Imigrante, em parceria com a CTEC (Coordenadoria de Tecnologia e de Informação), conseguiu implantar a plataforma digital Tainacan que permite a consulta online ao acervo da instituição.

 

O desafio de tornar os acervos acessíveis de forma digital foi alcançado graças à disponibilização da ferramenta de código aberto, Tainacan, produto desenvolvido pela parceria entre universidades públicas do Brasil. Nesse momento, a plataforma está sendo alimentada internamente pela equipe do Museu e a CTEC tem trabalhado para colocar o link externo, para acesso do público, em funcionamento. Além disso, para o andamento dessas atividades, o Museu recebeu dois computadores para a RT.

 

Política de Acervos

Prevista para setembro deste ano, a equipe do Museu publicará a Política de Acervos da instituição. Este documento visa estabelecer as políticas para a organização, comunicação e preservação dos acervos que compõem o Museu do Imigrante de Bento Goncalves. A partir dos critérios adotados será possível construir diretrizes para o aprimoramento da gestão das coleções atuais e futuras da instituição. A adoção desses delineamentos se faz necessário para fortalecer a função social do Museu pautada no diálogo com a comunidade.

 

Programa de comunicação e a COVID-19

Tour no Museu do Imigrante - contempla a produção de vídeos com a mediação da assistente de atividades culturais, Sabrina Greselle, pelas salas da instituição. Os vídeos são postados no Instagram do Museu toda quarta-feira. A atividade está ocorrendo desde o dia 22 de abril.

 

Museu em detalhes - tem o objetivo de apresentar detalhes de objetos expostos. Por meio de fotografias, os itens são apresentados para o público com todas as informações que a instituição possui sobre o mesmo. As fotografias são postadas no Facebook e Instagram do Museu toda terça-feira. A atividade também está ocorrendo desde o dia 22 de abril.

 

Quarentena com o Museu - é apresentado pela assistente de atividades culturais, Angela Marina, que ensina ao público dicas de costura manual, nesse período, a temática são as máscaras de proteção facial. Os vídeos são postados no Instagram do Museu toda segunda-feira. A atividade também está ocorrendo desde o dia 04 de maio.

 

Tbt do Museu - toda quinta-feira o Museu do Imigrante posta uma fotografia do seu acervo.

 

Assessoria de Comunicação Social

Arte: Divulgação/Fundação Casa das Artes/Museu do Imigrante

BANCO DE IMAGENS