menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Pesquisa aponta perspectiva positiva para economia de Bento Gonçalves
27/11/2018 14:15 atualizada em 27/11/2018 14:17

Dados da economia bento-gonçalvense, colhidos e analisados por pesquisadores da Universidade de Caxias do Sul (UCS), foram apresentados nesta segunda-feira, 26, na 47ª edição da Revista Panorama Socioeconômico do Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG). Os números de 2017 mostram uma perspectiva positiva, apontando que Bento Gonçalves está crescendo economicamente.


De acordo com os estudos, Bento é um município que apresenta características empreendedoras. Isso se confirma pela quantidade de CNPJs, tanto de pessoas jurídicas (PJs) como de microempreendedores individuais (MEIs).


Assim, considerando a relação desses dados com o número de habitantes (115.069), chega-se à taxa aproximada de uma empresa para cada 11 habitantes, levando em consideração as inscrições de pessoas jurídicas.


Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Sílvio Bertolini Pasin, o resultado demonstra a assertividade das gestões pública e privada da cidade. "O impacto das políticas públicas e privadas que buscaram contornar a crise e gerar crescimento econômico surtem efeitos de forma imediata quando estas são planejadas e executadas, como foram as de Bento Gonçalves", ressalta.


Segundo a pesquisa, comparado com 2016, os dados apontam aumento do faturamento (2,5%), criação de empregos (504 vagas) e acréscimo nas exportações (17,2%). O saldo da balança comercial também foi positivo registrando US$ 15,5 milhões.


Esse crescimento, tanto no faturamento das empresas quanto na arrecadação de impostos, reflete na criação de vagas de trabalho. Entre dezembro de 2016 e dezembro de 2017, foram gerados um crescimento de 1,2% na quantidade de empregos. Além disso, o Município apresentou um saldo positivo acumulado de 1.072 empregos entre janeiro e setembro de 2018, ocupando a 7ª posição no Estado.


O crescimento nas exportações de 17,2% - US$ 81,1 milhões - fez o município alcançar a 26º lugar entre as cidades que mais exportam no Estado, abandonando a 29ª posição. Já as importações totalizaram US$ 38,3 milhões em 2017, 28,5% a mais do que em 2016.


Setores que mais exportam em Bento

Ao todo, são 91 empresas exportadoras, sendo 37 moveleiras, oito metalúrgicas e seis vinícolas - as demais são de diferentes setores. Uruguai, Colômbia, Japão, Argentina, Paraguai, Peru, Chile, Bolívia, Estados Unidos e Equador formam os 10 países que mais compram de Bento Gonçalves, representando 74,1% das exportações.



 

 

Assessoria de Comunicação Social