menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Profissionais da rede pública recebem capacitação em escuta especializada
08/11/2019 10:24 atualizada em 08/11/2019 14:17

Com o intuito de ampliar a rede de atendimento de escuta especializada de crianças e adolescentes vítimas de violência do município, nesta sexta-feira, 8, foi aberto o curso de formação que conta com a participação de 20 profissionais das áreas da Assistência Social, Educação e Saúde, Conselho Tutelar e Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher que serão capacitados para ouvir este público.


A qualificação é realizada pela Prefeitura, organizada pelo Comitê Municipal de Enfrentamento das Violências contra crianças e adolescentes, com apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (COMDICA). O objetivo da escuta especializada é a proteção da criança e do adolescente, com o objetivo de assegurar o acompanhamento da vítima ou da testemunha de violência, para a superação das consequências da violação sofrida.


Conforme o secretário de Habitação e Assistência Social, Eduardo Virissimo, o objetivo "é agilizar os atendimentos dessas crianças e adolescentes na rede pública e diminuir o tempo entre a comunicação da violência sofrida e a escuta, para evitar possíveis lapsos de memória".


Dentre os temas debatidos na capacitação estão: fenômeno da violência infanto-juvenil, direitos fundamentais, proteção integral, ações articuladas, diferentes tipos de escuta e diferentes tipos de provas. Também será incluído na discussão o papel de cada órgão da rede de proteção (conselho tutelar, assistência social, saúde, educação, segurança pública e justiça), e sobre a importância da integração das políticas de atendimento como forma de proteção e de não-revitimização da criança e do adolescente.


Atualmente, no município, a escuta especializada é realizada apenas por outros órgãos públicos, como a polícia e o poder judiciário. O curso segue nos dias 9 de novembro e 7 de dezembro. Após a conclusão, os profissionais irão iniciar o trabalho de escuta especializada de acordo com o fluxo estabelecido.


Participaram da abertura, o secretário de Saúde, Diogo Segabinazzi Siqueira, e os secretários-adjuntos de Habitação e Assistência Social, Wagner Dalla Walle, e de Educação, Adriane Zorzi.

 

 

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura

Fotos: Divulgação/SEMHAS 

BANCO DE IMAGENS