menu
ALT + 1
conteúdo
ALT + 2
home
ALT + 3
pesquisar
ALT + 4

contraste

texto

Início do conteúdo

Agência de Notícias > notícia

Agência de Notícias

Visita do Governador do Vêneto estreita laços com a Serra Gaúcha
16/11/2016 16:53 atualizada em 17/11/2016 13:09

Os dias 15 e 16 de novembro entrarão para a história do Rio Grande do Sul, que pela primeira vez em 141 anos, desde que chegaram os imigrantes italianos, recebeu a visita de um Governador do Vêneto. Luca Zaia chegou ao Rio Grande do Sul na manhã de terça-feira, 15, e, em agenda organizada pelo Comitato Vêneto do Estado, participou de audiência com o governador José Ivo Sartori, oportunidade em que trataram da possibilidade da instalação de uma nova Escola de Enologia em Bento Gonçalves.

 

À tarde, Zaia chegou à Capital do Vinho, e foi recepcionado pelo prefeito Guilherme Pasin no Hotel e Spa do Vinho, no Vale dos Vinhedos. De lá, uma comitiva de carros antigos levou o Governador, o Prefeito e outras autoridades até o município de Santa Tereza, onde foi inaugurado o quinto leão do projeto "Leoni nelle piazze".

 

Ainda na terça-feira, representantes de associações italianas e autoridades participaram de um jantar oferecido pelo Comitato Vêneto no Restaurante Mamma Gema, também no Vale dos Vinhedos.

 

A agenda do Governador Zaia teve sequência na quarta-feira, 16, com o descerramento de uma placa em homenagem à sua passagem por Bento Gonçalves, seguido de visita à Vinícola Salton.

 

Visivelmente emocionado, Zaia ressaltou que existem muito mais vênetos fora da Itália do que naquele país. "Realmente este é um pedaço do Vêneto. Estou muito feliz com a receptividade e surpreso com este lugar. Tenho muito orgulho do que os vênetos fizeram aqui e mais orgulho ainda de todos vocês, que têm sangue vêneto, e mantém a cultura e a tradição de todos aqueles que não estão mais aqui, mas que foram os responsáveis por tudo isso, por desbravar a mata, por construir. E isso foi o que nos salvou. Porque se todos os vênetos tivessem ficado em sua terra, teríamos todos morrido de fome", frisou.

 

O prefeito Guilherme Pasin, agradecendo a visita histórica para o Estado e, principalmente para Bento Gonçalves, enfatizou que, com a vinda de Zaia, espera estreitar os laços com o Vêneto. "O sangue vêneto que corre em nossas veias deverá, a partir de agora, render bons frutos com uma aproximação cultural e econômica ainda maior. É a nossa origem que perpetua", disse.

 

A programação foi acompanhada pelo cônsul da Itália no Rio Grande do Sul, Nicola Occhipinti, pelo presidente do Comitato Vêneto, Ismael Rosset, consultor César Prezzi, presidentes de entidades ligadas à cultura italiana e representantes de comitatos de Santa Catarina e do Paraná.

 

Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura

Fotos: Davi Da Rold

BANCO DE IMAGENS